Baixe o APP Grupo CMS:

(31) 2511-1998

Como economizar água no condomínio?

2018-06-05-miniatura-agua

Por:Clara Damasceno
Serviços

05

Jun 2018

Em tempos de sustentabilidade, a economia de água deve ser uma das preocupações de um síndico, seja de prédio residencial, comercial ou mesmo dono de uma empresa.

 

Porém, como deve ser feita a redução no consumo?

 

Pode parecer difícil quando ambientes comuns e apartamentos devem ser higienizados diariamente, além de a água ser usada para quase todas as funções do dia a dia. Mas há muitas maneiras de reduzir o consumo, como te contamos a seguir.

Conscientização de condôminos

É a partir deste ponto, da conscientização dos condôminos, que deve-se começar a economia de água, afinal, são eles que fazem o maior uso da mesma.

 

Por isso, em assembleias e reuniões de condomínio, não hesite em falar sobre o assunto e apresentar fatos como os seguintes:

 

  • Deve-se evitar ao máximo tomar banhos demorados: 15 minutos, com chuveiro elétrico, gasta aproximadamente 140 litros de água; já um banho de ducha, também por 15 minutos, consome 240 litros de água. Se o condômino reduzir esse tempo para 5 minutos (indicado pela Organização Mundial de Saúde como ideal), pode economizar até 90 litros.

 

  • Escovar os dentes com a torneira fechada pode economizar até 11 litros de água, segundo a OMS.

 

  • Use máquinas de lavar roupas e louças com a capacidade máxima, ou seja, espere ter objetos o suficiente para enchê-las. Assim, elas só serão ligadas uma vez para lavarem uma quantidade maior de roupas ou louças.

Áreas comuns

Deve-se instruir, também, os funcionários do edifício, como porteiros, zeladores, faxineiros e jardineiros.

 

A limpeza de áreas comuns, como portaria, hall de entrada e garagens deve ser sempre feita com vassouras, e não mangueiras. A água deve ser utilizada apenas para finalizar a manutenção, com um pano úmido ou molhado.

 

Nos jardins, há a opção de água de reúso para a rega, que é a água residuária de outras atividades mas que ainda está dentro de padrões estabelecidos para a sua reutilização. Normalmente, ela é proveniente da chuva.

 

Além disso, o síndico deve ficar sempre atento ao hidrômetro, checando diariamente o nível de consumo de água do edifício para identificar qualquer fonte de vazamento ou consumo excessivo.

 

Reflexo na redução de custos

A economia no consumo de água reflete em uma conscientização com o meio ambiente e com o mundo, mas ainda vai além: a conta de água e de energia também terão uma queda significativa se os cuidados apresentados forem tomados.

 

Ou seja, faz bem para o planeta e faz bem para o bolso do síndico e do condômino.

 

Você sabia?

A CMS serviços oferece a terceirização do serviço limpeza e conservação. Os profissionais são treinados e instruídos a reaproveitarem a água sempre que possível, além de não fazerem o uso desnecessário da mangueira para a manutenção de ambientes comuns, o que pode consumir muito mais água.

Compartilhe:

COLABORADOR

ÁREA DO CLIENTE

Rua São Luiz, 220 - Sagrada Família - BH - MG

(31) 2511-1998